quinta-feira, 26 de julho de 2012

REFLEXÕES SOBRE RELIGIÃO com GERSON VARGES parte I



A PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO

Jesus contou uma estória: Um homem caminhava de Jerusalém para Jericó quando foi assaltado, espancado e deixado como morto na estrada. Passava por ali um sacerdote (padre, pastor, babalorixá...) e ao ver o homem caído, fez como se não o tivesse visto e passou ao largo. Depois passou pela mesma estrada um levita (coroinha, maestro de coral, presidente de juventude, cambono de terreiro...) e tb passou de lado, tomando cuidado de não esbarrar no maltrapilho caído na estrada. Logo depois passou um samaritano, pessoa que na época era tido pelos religiosos como um pária social e indigno; tal como um judeu na Alemanha nazista ou um cristão no Irã ou, ainda um ateu na sociedade atual. E ao ver o homem caído e surrado, o pôs encima de  seu jumento, o levou a uma hospedaria e pagou ao estalajadeiro p cuidar dele e o alimentar e disse que se o dinheiro que havia pago não fosse o suficiente, que na volta pagaria o que faltasse. 
Essa é a exata diferença entre ser religioso, como o sacerdote ou o levita, e ser espiritualmente evoluído como o samaritano.
Gerson Varges

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...