terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

POR DENTRO DO PORTUGUÊS: PLEONASMO VICIOSO

De: CARLA COSTA carla.caclas@gmail.com
 INTERESSANTE PARA CONHECIMENTO E ESTUDOS ...
 
 
 
praa_c1
 
puxe-para-fora
 
 
 

PLEONASMO VICIOSO

(Prof. Pasquale Cipro Neto)

    O pleonasmo (do Grego, pleonasmós = superabundância) é uma repetição de um termo já expresso na oração. Essa repetição só é válida e aceita como pleonasmo, quando o termo usado tem a finalidade de reforçar, dar expressividade a oração. E isso só acontecerá no âmbito literário. De modo, que o pleonasmo só existe como figura de linguagem:

    • “Cada qual busca salvar-se a si próprio...” (Herculano)
    • “Morrerás morte vil da mão de um forte.” (G. Dias)
    • “E rir meu riso.” (Vinícius de Moraes)

    Fora esse caso, no âmbito das palavras, torna-se uma repetição inútil, é um vício de linguagem conhecido como «redundância», também chamado por muitos estudiosos como «pleonasmo vicioso».

    Redundânca é a repetição de termos supérfluos, desnecessários, ou inúteis na frase. À exceção do pleonasmo estilístico, e assim mesmo só em casos especiais, evite os que comprometam o texto.
    Há frases errôneas tantas vezes repetidas, a que a gente já se acostumou.

A seguir, passo-lhes uma lista de redundâncias (ou pleonasmos viciosos ) que devem ser evitados:

    • Acabamento final (acabamento só pode ser final).
    • Agora já (agora e já são sinônimos).
    • Almirante da Marinha (só existe essa patente na Marinha).
    • Amigo pessoal (amigo só pode ser pessoal).
    • Antecipar para antes (prefiro não comentar).
    • Brigadeiro da Aeronáutica (Brigadeiro só na Aeronáutica).
    • Canja de galinha (existe canja de peixe?).
    • Conclusão final (prefiro não comentar).
    • Consenso geral (consenso significa uniformidade de pensamentos, opiniões, etc.).
    • Conviver junto (você conseguiria conviver separado[a]?).
    • Criar novos empregos (você criaria algo velho?)
    • Decapitar a cabeça (prefiro não comentar).
    • Demente mental (prefiro não comentar).
    • Descer para baixo (se está descendo, logo, é para baixo).
    • Elo de ligação (elo só pode ser de ligação).
    • Encarar de frente (você conhece alguém que encara de costas ou de lado?).
    • Entrar para dentro [ou] Entrar dentro (se está entrando, logo, é para dentro).
    • Estrelas do céu (onde mais poderia haver estrelas?).
    • Exultar de alegria (você consegue exultar de tristeza?).
    • Fraternidade humana (prefiro não comentar).
    • Ganhar grátis [ou de graça] (o que se ganha é de graça).
    • General do Exército (General só existe no exército).
    • Goteira no teto (no chão seria impossível).
    • Há muitos anos atrás (prefiro não comentar).
    • Habitat natural (todo habitat é natural; consulte um dicionário).
    • Hemorragia de sangue (hemorragia já é derramamento de sangue).
    • Hepatite do fígado (que tal uma hepatite dos olhos?).
    • Inaugurar novo recinto (prefiro não comentar).
    • Introduzir dentro (prefiro não comentar).
    • Labaredas de fogo (há labaredas de água?).
    • Manter o mesmo (prefiro não comentar).
    • Metades iguais (prefiro não comentar).
    • Novidade inédita (prefiro não comentar).
    • Países do mundo (e de onde mais podem ser os países?).
    • Panorama geral (prefiro não comentar).
    • Pequenos detalhes (existem grandes detalhes?).
    • Planos ou projetos para o futuro (ninguém faz planos para o passado).
    • Prefeitura Municipal (no Brasil, só existe prefeitura nos municípios).
    • Protagonista principal (prefiro não comentar).
    • Repetir de novo (prefiro não comentar).
    • Sair para fora [ou Sair fora] (Se esta saindo, logo, é para fora).
    • Sentidos pêsames (prefiro não comentar).
    • Sorriso nos lábios (você conseguiria um sorriso, por exemplo, na testa?).
    • Sua própria autobiografia (autobiografia só pode ser sua).
    • Subir para cima (se está subindo, logo, é para cima).
    • Surpresa inesperada (prefiro não comentar).
    • Todos são unânimes (prefiro não comentar).
    • Vereadores da Câmara Municipal (vereadores só existem nos municípios).
    • Viúva do falecido (não pode haver viúva se não houver um falecido).

Logo, pense BEM antes de dizer essas frases...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...